Patrocínio

Todo jipeiro gosta da pratica de off-road, mas você sabe o que fazer ao se deparar com um rio, ou um alagado? Para a travessia sair conforme o planejado, existe uma série de detalhes que devem ser lembrados.

A primeira dica, já começa dentro da garagem. Como não sabemos quando vamos andar por dentro d’água, é interessante que o veículo esteja com sistema elétrico muito bem isolado, principalmente se o motor for a gasolina ou álcool. Para isso pode-se usar silicone, luvas de borracha, ou qualquer outro objeto que não deixe a água chegar perto de componentes elétricos que são vitais para o funcionamento do motor, como distribuidor e bobina, sob pena de ficar parado no meio de um rio.

Motores a diesel são mais apropriados para travessias na água, pois não necessitam de parte elétrica (distribuidor ou injeção eletrônica) para funcionar, mas podem ser parados se a água entrar pela tomada de ar, assim como os a gasolina e álcool. Para prevenir que isso aconteça, deve-se levantar esta entrada de ar o mais alto possível, de preferência da altura da capota, com o uso de um snorkell.

Quando chegar em frente ao obstáculo, verifique sua profundidade, correnteza, tipo de piso e se há saída. Em rios de grande profundidade, a correnteza geralmente é problema, por mais fraca que seja, pois seu 4x4 pode boiar e ser arrastado rio abaixo. Caso isso ocorra, a atitude mais correta é abrir as portas do veículo e deixar a água passar por dentro. Isso diminui a área para a água empurrar, diminuindo o efeito da correnteza, e evita que o veículo flutue.

Lembrar de usar sempre todos os recursos de veículo (4x4, reduzida e bloqueio), pois se algo sair diferente do programado, não será necessário parar.

Compartilhar

Busca

Back to Top