Patrocínio


Neste final de semana (08/10) pude conferir a etapa de Laguna da Copa Troller e participar da categoria passeio pelas praias até o Farol de Santa Marta.

Com uma população de aproximadamente 50 mil habitantes, Laguna é uma das principais cidades turísticas do estado de Santa Catarina. É conhecida como um dos berços da cultura catarinense, sendo a terceira cidade mais antiga do estado, fundada em 29 de julho de 1676. Laguna possui um centro histórico tombado pelo Iphan com mais de 600 edificações com características da colonização açoriana. O local também é agraciado com uma natureza deslumbrante e praias para todos os públicos.

Partimos em comboio às 9h da manhã do Laguna Tourist Hotel, que foi o quartel general de todo evento, e seguimos para sul até uma travessia de balsa pelo canal de acesso ao Porto Pesqueiro de Laguna e seguimos em direção à Prainha do Farol.

Mesmo com a limitação de não poder andar nas dunas, a organização fez um excelente trabalho na escolha do percurso com estradas de terra, areia e alagados, sempre buscando belas paisagens até a região do Cabo de Santa Marta, onde subimos os 45m do morro onde está o Farol de Santa Marta. (infelizmente o farol não estava aberto para visitação)

Uma curiosidade da região é o vento. Mesmo nas áreas mais baixas sua velocidade constante é impressionante. Por conta disso, as ruas mais próximas da praia estão sempre cobertas de areia, formando inclusive, pequenas dunas de um dia para o outro.

Algumas fotos depois, seguimos pela praia de volta ao hotel para o almoço de premiação das categorias de competição do evento.

Como ainda era cedo, optamos por deixar o hotel e conhecer outros famosos pontos da cidade, então seguimos para o Centro Histórico e Morro do Glória (ponto mais alto da cidade com 126m de altitude.

Muito vento depois fomos conhecer um lugar chamado “Molhes”. Não sei exatamente de onde veio o nome, mas imagino que tenha alguma relação com “molhado”. O local é uma espécie de açude feito de pedras e areia com objetivo de criar um canal de acesso para o porto, então de um lado temos águas tranqüilas e do outro um mar (originalmente) brabo. Andar sobre essa pequena estrada é incrível!

Fim do dia, voltamos para o hotel para jantar e descansar.

Contrariando o mandamento número um do jipeiro: “nunca faça trilha sozinho”, saímos cedo do hotel no domingo para conhecer o litoral de Laguna a Garopaba (pela praia). Como o vento é sempre muito intenso, a visibilidade não é muito clara em longas distâncias, então temos a impressão de estar meio nublado um pouco mais a frente. Mas é só impressão! Santa Catarina é outro planeta.

Entramos na areia na Praia do Gi, em Laguna, e seguimos pela praia até Imbituba, onde tivemos que utilizar ruas normais devido ao grande número de banhistas.

Na Lagoa de Ibiraquera foi necessário um desvio, pois a travessia parecia muito funda para arriscar com apenas um veículo. Depois de 8 km de estrada normal retomamos o litoral pela Praia do Rosa e depois Praia do Ferrugem até Garopaba: três lugares paradisíacos que merecem uma estadia maior.

Um almoço no Ygarapaba encerrou nosso roteiro. O resto do trajeto foi pela BR 101, pois precisávamos chegar em Curitiba para outros compromissos. Em outra oportunidade completaremos o roteiro de Garopaba até Florianópolis.


Passeio Copa Troller - Laguna

Compartilhar

Busca

Back to Top