Patrocínio

Os primeiros quilômetros que abriram a competição mostraram o que está por vir e do que as duplas são capazes de fazer dentro de um rali de regularidade. De Fraiburgo a Balneário Camboriú... Um caminho de fortes emoções.

17 de julho de 2013 - Buzinaço e ronco dos motores! Essa foi a sinfonia da largada promocional que abriu oficialmente o 5º Rally Transcatarina. Na tarde de quarta-feira, às 14h, os inscritos partiram em comboio para o desfile pelas ruas de Fraiburgo, SC. A população saudou os competidores, que retribuíram com muito carinho e alegria a hospitalidade da cidade.

De lá, todos se dirigiram para o prólogo. Foram 10 quilômetros de trecho cronometrado, nos quais as duplas encararam poças de lama, piso extremamente liso e diversas curvas. Posteriormente, com a passagem dos veículos, o terreno se transformou, ficou mais seco, com pedras e buracos. Logo, ninguém levou vantagem, pois qualquer uma das situações tem seu grau de dificuldade.

A organização do evento - a SC Racing - incluiu as tradicionais pegadinhas no roteiro (conhecida no Sul do País como "pega bobo"), e muitos off-roaders se perderam. "A prova foi bem rápida, bom para ter uma noção do que virá pela frente. A pressão começou", comentou o piloto Leandro Pereira Moor. A dupla entrou com tanta vontade no rali, que acelerou forte e fizeram várias curvas de lado. "O piso estava escorregadio e 4x4 deslizava bastante, isso fez o hodrometro girar em falso, o que pediu do navegador experiência e rapidez para acertá-lo na quilometragem atual".

Algumas equipes aproveitaram a tomada de tempo para fazerem um reconhecimento do rali de amanhã. "Para mim, estava tudo legal. A largada foi gostosa de fazer, e a nossa maior dificuldade foi, e será, porque estamos com os pneus errados, que não são próprios para piso com lama. Mas temos certeza que será uma excelente disputa", elogiou o piloto André Diniz Pereira, que compete com Marcelo Antonio Detoni, na categoria Júnior.

Devido um problema no tempo de deslocamento, o prólogo, por fim, serviu como treino, sem definição de posições para a largada. Desta forma, para amanhã, o carros obedecerão a ordem dos numerais de porta.

O Prefeito de Fraiburgo, Ivo Biazzolo, prestigiou o evento e, no jantar de confraternização, realizado no Parque da Maçã, cumprimentou os participantes. "O Rally Transcatarina é muito importante para a nossa cidade, ele movimenta o comércio em geral. Sem contar a população que aprendeu a gostar desse esporte", ressaltou.

 

Amanhã o destino é Canoinhas 

Aquecidos, pilotos e navegadores vão encarar nesta quinta-feira, 18, um percurso de 250 quilômetros, com 180 navegados. Serão cerca de oito horas e meia de competição intensa, onde o diretor de prova, Wagner Souza já impôs um ritmo forte de disputa. "Logo no começo, na primeira hora, as equipes terão de encarar laços e balaios nas tradicionais fazendas de maçã. Em seguida, partirão para uma área de reflorestamento de pinus", contou Souza. O neutro de almoço acontecerá em Timbó Grande. A cidade de Canoinhas receberá a caravana do rali a partir das 16h. Os municípios de Lebom Regis, Caçador e Major Vieira estão dentro desta rota. 

 

Roteiro - 5º Rally Transcatarina

18 de julho - Fraiburgo - Timbó Grande - Canoinhas

19 de julho - Canoinhas - Mafra - Rio Negrinho 

20 de julho - Rio Negrinho - Guaramirim - Balneário Camboriú

 

Compartilhar

Do Blog

Até parece vide game

Na última etapa do Campeonato Brasileiro de Rally, em Rio Negrinho / SC, experimentamos uma nova posição de camera. Ficou parecendo video-game. 

by acls us

Busca

Agenda

Sem eventos
Back to Top