Patrocínio

Os primeiros quilômetros que abriram a competição mostraram o que está por vir e do que as duplas são capazes de fazer dentro de um rali de regularidade. De Fraiburgo a Balneário Camboriú... Um caminho de fortes emoções.

17 de julho de 2013 - Buzinaço e ronco dos motores! Essa foi a sinfonia da largada promocional que abriu oficialmente o 5º Rally Transcatarina. Na tarde de quarta-feira, às 14h, os inscritos partiram em comboio para o desfile pelas ruas de Fraiburgo, SC. A população saudou os competidores, que retribuíram com muito carinho e alegria a hospitalidade da cidade.

De lá, todos se dirigiram para o prólogo. Foram 10 quilômetros de trecho cronometrado, nos quais as duplas encararam poças de lama, piso extremamente liso e diversas curvas. Posteriormente, com a passagem dos veículos, o terreno se transformou, ficou mais seco, com pedras e buracos. Logo, ninguém levou vantagem, pois qualquer uma das situações tem seu grau de dificuldade.

A organização do evento - a SC Racing - incluiu as tradicionais pegadinhas no roteiro (conhecida no Sul do País como "pega bobo"), e muitos off-roaders se perderam. "A prova foi bem rápida, bom para ter uma noção do que virá pela frente. A pressão começou", comentou o piloto Leandro Pereira Moor. A dupla entrou com tanta vontade no rali, que acelerou forte e fizeram várias curvas de lado. "O piso estava escorregadio e 4x4 deslizava bastante, isso fez o hodrometro girar em falso, o que pediu do navegador experiência e rapidez para acertá-lo na quilometragem atual".

Algumas equipes aproveitaram a tomada de tempo para fazerem um reconhecimento do rali de amanhã. "Para mim, estava tudo legal. A largada foi gostosa de fazer, e a nossa maior dificuldade foi, e será, porque estamos com os pneus errados, que não são próprios para piso com lama. Mas temos certeza que será uma excelente disputa", elogiou o piloto André Diniz Pereira, que compete com Marcelo Antonio Detoni, na categoria Júnior.

Devido um problema no tempo de deslocamento, o prólogo, por fim, serviu como treino, sem definição de posições para a largada. Desta forma, para amanhã, o carros obedecerão a ordem dos numerais de porta.

O Prefeito de Fraiburgo, Ivo Biazzolo, prestigiou o evento e, no jantar de confraternização, realizado no Parque da Maçã, cumprimentou os participantes. "O Rally Transcatarina é muito importante para a nossa cidade, ele movimenta o comércio em geral. Sem contar a população que aprendeu a gostar desse esporte", ressaltou.

 

Amanhã o destino é Canoinhas 

Aquecidos, pilotos e navegadores vão encarar nesta quinta-feira, 18, um percurso de 250 quilômetros, com 180 navegados. Serão cerca de oito horas e meia de competição intensa, onde o diretor de prova, Wagner Souza já impôs um ritmo forte de disputa. "Logo no começo, na primeira hora, as equipes terão de encarar laços e balaios nas tradicionais fazendas de maçã. Em seguida, partirão para uma área de reflorestamento de pinus", contou Souza. O neutro de almoço acontecerá em Timbó Grande. A cidade de Canoinhas receberá a caravana do rali a partir das 16h. Os municípios de Lebom Regis, Caçador e Major Vieira estão dentro desta rota. 

 

Roteiro - 5º Rally Transcatarina

18 de julho - Fraiburgo - Timbó Grande - Canoinhas

19 de julho - Canoinhas - Mafra - Rio Negrinho 

20 de julho - Rio Negrinho - Guaramirim - Balneário Camboriú

 

Compartilhar

Do Blog

O Sonho Que Muitos Não Entederão

Recebi esse texto de um amigo. Infelizmente o autor é desconhecido, mas reflete tudo aquilo que nós, automobilistas, vivemos. 


O Sonho Que Muitos Não Entenderão.

Ter um carro de corrida é um sonho pessoal. Um dia quando estiver muito velho e quando não puder andar mais, estará na minha garagem, ou nas minhas fotos do escritório, ou casa, assim como todos os troféus que serão as minhas memórias.

Leia mais...
by acls us

Busca

Agenda

14 - 15/09/2019 - Rally Rio Negrinho
Campeonato Brasileiro de Rally
26 - 27/10/2019 - Rally da Graciosa
Campeonato Brasileiro de Rally
Back to Top