Patrocínio


A chuva dos últimos dias “temperou” ainda mais as especiais (trechos cronometrados) da etapa de abertura da Copa Peugeot de Rally de Velocidade, realizada neste fim de semana (19 e 20/03), em Brasília (DF).

E a receita que saiu vencedora na categoria 207 Super foi a da dupla Fábio Dall’Agnol (RS) e Gabriel Morales (DF). “Não é que eu tenha facilidade em andar no piso molhado, mas sim que não sinto tanta dificuldade como outros competidores”, afirmou o piloto gaúcho, que destacou seus bons tempos justamente nas quatro passagens pela especial Pinheiral, que se apresentou muito lisa.

Com um circuito que mesclou retas de alta, curvas travadas e subidas e descidas em estradas estreitas, num total de oito especiais que totalizaram 116 quilômetros, os competidores tiveram de mudar suas estratégias. Isso porque as condições climáticas da região mudavam a todo o momento.

“Começamos a disputa no sábado com piso escorregadio. Duas horas depois a mesma especial estava seca. O desafio era saber o quanto acelerar com segurança”, disse o paulista Júnior Siqueira, que ficou em 3º lugar 207 Máster com o navegador Wallace von Schimidt (SP).

A categoria foi vencida pelos paranaenses Clécio Maestrelli e Sandro Maestrelli (PR), que mantiveram a boa fase do ano passado. “Foi muito bom vencer a 206 em 2010 e iniciar essa temporada na frente em uma categoria acima”, comemorou o piloto. “Andamos muito forte no primeiro dia e conseguimos administrar bem o tempo no domingo. A variação do terreno e as especiais muito técnicas exigiram bastante dos competidores”.

Já a 206 coroou Mirtilo Trombini e Laércio Reginato, do Paraná. Talvez ninguém buscasse tanto a vitória como o piloto paranaense. “Eu não vencia desde 2007. Esse sentimento é muito bom. Contamos com um carro bem preparado e o entrosamento da dupla”. Com o fim dessa categoria anunciada para a próxima temporada, o competidor espera fechar o ano com chave de ouro. “Há sete anos corro de 206. Seria ótimo completar o ciclo desse veículo na Copa Peugeot como o último campeão”.

A etapa de Brasília teve recorde de carros no grid, que contou com 36 duplas, um aumento de mais de 50% no número de participantes comparado à média apresentada em 2010. “A Copa Peugeot de Rally se consolida como uma categoria diferenciada pelo seu alto nível técnico e um pacote imbatível de benefícios”, afirmou Marcus Brier, diretor da Peugeot Sport Brasil.

A segunda etapa está marcada para os dias 16 e 17 de abril, em Blumenau (SC).

Resultado: 1ª etapa Brasília (DF)

207 Super
1 – Fábio Dall’Agnol (RS) e Gabriel Morales (DF) – 1:27:12.30
2 – Pedro Zamith (Portugal) e Gilson Rocha (PR) - 1:28:33.50
3 – Marcos Tokarski (PR) e Andrey Karpinski (RS) – 1:29:06.20
4 – Fabiano Altomar (MG) e KZ Morales (DF) – 1:29:08.90
5 – Rafael Túlio (PR) e Julimar Ferro (PR) – 1:31:58.20

207 Master
1 – Clécio Maestrelli e Sandro Maestrelli (PR) – 1:28:12.90
2 – Luccas Arnone (PR) e Felipe Costa (SP) – 1:28:55.40
3 – Júnior Siqueira (SP) e Wallace von Schimidt (SP) – 1:29:45.40
4 – Roberto Theodoro (RS) e Eduardo Soneca (RS) – 1:29:56.20
5 – Emerson Destro (SP) e Sérgio Avallone (SP) – 1:30:03.80

206
1 – Mirtilo Trombini (PR) e Laércio Reginato (PR) – 1:31:29.00
2 – Raphael Teixeira (DF) e Guga Teixieira (DF) – 1:32:00.40
3 – Toninho Genoin (SC) e Cássio Quadros (SC) 1:33:04.70

Compartilhar

Do Blog

O Sonho Que Muitos Não Entederão

Recebi esse texto de um amigo. Infelizmente o autor é desconhecido, mas reflete tudo aquilo que nós, automobilistas, vivemos. 


O Sonho Que Muitos Não Entenderão.

Ter um carro de corrida é um sonho pessoal. Um dia quando estiver muito velho e quando não puder andar mais, estará na minha garagem, ou nas minhas fotos do escritório, ou casa, assim como todos os troféus que serão as minhas memórias.

Leia mais...
by acls us

Busca

Agenda

01 - 03/11/2019 - Rally da Graciosa
Campeonato Brasileiro de Rally
Back to Top