Patrocínio


Prova na “capital brasileira do vinho” contou com a participação de 29 duplas no Rally de Velocidade e, no regularidade, 63 duplas perfilaram seus veículos para a inédita prova no Estado.

A prova era nova e a dificuldade imensa imposta aos competidores que disputaram a terceira etapa da Copa Peugeot de Rally, realizada entre os dias 20 e 22 de maio, em Bento Gonçalves (RS).

Apesar do piso firme, o cascalho das primeiras especiais deixou o circuito ainda mais escorregadio. Atenção redobrada, sustos e adrenalina em altas doses tornaram a corrida emocionante pelos oito trechos cronometrados.

Na categoria 207 Super, mais uma vez Rafael Túlio (PR) e Julimar Ferro (PR) imprimiram um ritmo forte para vencer a segunda etapa do ano e ratificar a primeira posição na classificação geral. “O primeiro trecho serviu para acertarmos a calibração de pneus e freio. Depois disso conseguimos andar como gostamos”, disse o piloto, que é tetracampeão da competição.

Túlio e Julimar lamentaram apenas o cancelamento das duas especiais noturnas, que seriam disputadas no sábado. “Mesmo assim o circuito estava muito bom, foi um rali fantástico”, afirmou o piloto. A organização da Copa Peugeot optou pela não realização da prova a noite por uma solicitação da maioria das 29 duplas participantes, em virtude dos riscos que a estrada sinuosa e muito escorregadia poderia representar aos competidores. Dessa forma, a etapa de Bento Gonçalves totalizou 101,20 km de prova.

O gaúcho Roberto Theodoro, correndo ao lado de Eduardo Soneca (MG) na categoria 207 Máster, fez valer o conhecimento da região para conquistar seu melhor resultado no ano: vitórias no sábado e domingo e garantia do lugar mais alto do pódio. “Pela competitividade da Copa Peugeot, todas as disputas são duras. Mas correr em casa é sempre facilitador. Tive de dosar a ansiedade e fico muito feliz por tudo ter dado certo”, contou o piloto.

No Parque de Apoio, ninguém vibrou tanto com o resultado como a dupla do Distrito Federal Rodrigo Mello e Pedro Eurico. “Buscávamos a vitória há três anos, mas sempre acontecia alguma coisa: andávamos bem num dia e íamos mal em outro, quebra de uma peça, um pneu furado. Agora até a sorte estava do nosso lado”, comemorou o piloto. “Lavei a alma. Nossa meta é subirmos ao pódio em todas as etapas para brigar pelo campeonato”.

O navegador Pedro Eurico disse que a dupla, apesar de disputar outras competições, está focada na Copa Peugeot de Rally. “Fechamos com uma boa equipe de apoio, chegamos com antecedência à etapa e fizemos um levantamento com calma. Tudo funcionou e o resultado está aí”.


RALLY DE REGULARIDADE: UMA PROVA ESPECIAL PARA O CLIENTE PEUGEOT

Enquanto os competidores aceleravam seus Peugeot 206 e 207 de Rally de Velocidad, os clientes da Marca tiveram a possibilidade de participar de uma prova que preza exatamente o contrário: no Rally de Regularidade, que não requer qualquer preparação específica no carro, tampouco experiência em rali. Nele, vence quem melhor seguir as indicações de trajeto e médias horárias transmitidas pela organização por meio de uma planilha.

Quem se sobressaiu na prova foi a dupla formada por Marcelo Antonio Vieira e Julio César Azevedo, ambos de Estância Velha (RS). “Pensamos que não daria para vencer, por causa dos carros atrasados e adiantados que pegamos pela frente, e que não nos davam passagem. Mas acho que o nosso entrosamento acabou fazendo a diferença”, celebrou Vieira, que destacou as quatro participações até agora no Rally de Regularidade da Copa Peugeot, com dois primeiros lugares.

Neste tipo de competição, os participantes realizam um passeio ecológico cronometrado com seus próprios veículos Peugeot. O objetivo primordial é oferecer ao cliente uma oportunidade de conhecer o universo do rali, de forma segura e muito divertida.

Com a participação de 63 duplas, a organização da prova arrecadou cerca de 2,5 toneladas de alimentos, que foram doados a entidades assistenciais do município.



3ª etapa Bento Gonçalves (RS) – resultado

Rally de Velocidade

207 Super
1 – Rafael Túlio (PR) e Julimar Ferro (PR) – 1:10:40.10
2 – Fábio Dall’Agnol (RS) e Gabriel Morales (DF) – 1:12:31.40
3 – Marcos Tokarski (PR) e Andrey Karpinski (SP) – 1:12:35.30
4 – Fabiano Altomar (MG) e KZ Morales (DF) – 1:13:03.80
5 – Pedro Zamith (Portugal) e Gilson Rocha (PR) - 1:13:59.90

207 Máster
1 – Roberto Theodoro (RS) e Eduardo Soneca (MG)– 1:11:34.20
2 – Emerson Destro (SP) e Sérgio Avallone (SP)– 1:12:51.70
3 – Marlon Goulin (PR) e Adriano Paulin (PR) – 1:14:22.90
4 –Jean Carlos Schaicoski (PR) e Tony Mathias (SC) – 1:16:01.70
5 – Perci Hultmann (PR) e Francisco Stahlschmidt Jr (SP) – 1:26:06.40

206
1 – Rodrigo Mello (DF) e Pedro Eurico (DF) – 1:14:46.30
2 – Ricardo Melo Malucelli (PR) e Hamilton de Castro (PR) – 1:15:34.90
3 – Mirtilo Trombini (PR) e Laércio Reginatto (PR) – 1:15:56.80

Rally de Regularidade
1 – Marcelo Antonio Vieira e Julio César Azevedo – 104 pontos perdidos
2 – Cássio José Alves Ferreira e Daniel Corteletti – 116 pontos perdidos
3 – Ricardo Ribas Duarte e Luciana Duarte – 120 pontos perdidos
4 – Fabiano Mazzochi e William Teixeira – 133 pontos perdidos
5 – Simony Colaão Guaita e Maria Giovana Eisermann – 156 pontos perdidos

Compartilhar

Do Blog

O Sonho Que Muitos Não Entederão

Recebi esse texto de um amigo. Infelizmente o autor é desconhecido, mas reflete tudo aquilo que nós, automobilistas, vivemos. 


O Sonho Que Muitos Não Entenderão.

Ter um carro de corrida é um sonho pessoal. Um dia quando estiver muito velho e quando não puder andar mais, estará na minha garagem, ou nas minhas fotos do escritório, ou casa, assim como todos os troféus que serão as minhas memórias.

Leia mais...
by acls us

Busca

Agenda

01 - 03/11/2019 - Rally da Graciosa
Campeonato Brasileiro de Rally
Back to Top